Auditoria interna: o que é, como funciona e qual a sua importância

Uma boa gestão atua para o cumprimento das obrigações empresariais. Nesse sentido, os gestores estão sempre em busca de soluções para garantir que os processos estejam alinhados às metas da empresa e que minimizem os riscos envolvidos no negócio. Uma excelente ferramenta para isso é a auditoria interna.

Entender de modo detalhado esse procedimento é importante para alcançar o máximo de benefícios oferecidos por esse modelo e garantir maior eficácia. Trata-se de um processo bastante meticuloso, mas que traz mais segurança jurídica para a organização.

Para saber mais sobre esse assunto e conhecer a importância dessa prática para as empresas, continue a leitura!

O que é a auditoria interna?

Trata-se de um conjunto de procedimentos utilizados para analisar e conferir os controles internos de uma empresa, observando os aspectos que são mais relevantes para a manutenção da qualidade do trabalho da organização.

Dessa forma, a auditoria interna funciona como um controle administrativo cuja função é observar, questionar, conferir e recomendar alterações e procedimentos para verificação da qualidade e segurança dos registros da companhia.

Qual é o seu objetivo?

Essa prática tem como objetivo evitar ou combater fraudes, erros e irregularidades praticadas por colaboradores. Sua meta é examinar a integridade, a eficácia e a adequação dos controles internos e dos dados financeiros, contábeis e operacionais da empresa.

Além disso, a auditoria interna também pretende auxiliar os gestores no desenvolvimento adequado de suas atribuições por meio de análises e recomendações sobre as atividades avaliadas.

Qual a importância da auditoria interna?

A auditoria interna é um importante instrumento de controle e exerce um papel de grande importância na gestão empresarial, uma vez que simplifica as tarefas e elimina desperdícios. Por isso, é uma ferramenta de apoio aos gestores. Veja, a seguir, os pontos mais importantes dessa prática para as empresas!

Identificar as oportunidades de melhoria

Como o foco da prática está na identificação de problemas e na sugestão de soluções, os processos são estudados com o objetivo de criar métodos de trabalho que melhorem a atuação dos colaboradores e gestores. Isso permite identificar quais melhorias podem ser adotadas nos procedimentos e, ainda, criar oportunidades positivas.

Estruturar a governança corporativa

governança corporativa é o conjunto de processos que envolvem a cultura empresarial. A auditoria ajuda a definir melhor esses processos e possibilita a formalização das regras e valores que fazem parte da empresa, responsáveis por reger as relações entre gestão, colaboradores, investidores e demais partes envolvidas no negócio.

Ter maior transparência

A realização de auditorias internas garante mais transparência e exatidão em relação aos dados da organização. Ela verifica com precisão todos os registros para evitar irregularidades e, ao fazer da prática parte da rotina empresarial, é possível ter informações mais seguras e transparentes.

Como a auditoria funciona na prática?

Para utilizar essa ferramenta é preciso seguir alguns procedimentos que visam garantir que as informações adquiridas sejam fidedignas, relevantes e úteis para servirem de base para as recomendações e conclusões. Para isso, é preciso:

  • definir os objetivos da auditoria interna;
  • fazer um planejamento;
  • montar um cronograma;
  • criar um check list;
  • elaborar o relatório e o plano de ação.

Em quais situações a auditoria interna é realizada?

É importante saber o momento certo de realizar a auditoria interna. Para isso, é preciso prestar atenção a alguns sintomas que podem acometer o bom funcionamento de uma organização, como:

  • empresa com problemas financeiros;
  • problemas relacionados aos Recursos Humanos;
  • resultados frequentemente distantes da meta;
  • necessidade de expansão do negócio de forma estruturada.

Independentemente da área de atuação e do porte da empresa, investir na realização de auditoria interna pode garantir que os processos do negócio sejam executados de forma correta pelos colaboradores. Por isso, é importante apostar nessa prática para prevenir situações que coloquem em risco a lucratividade e até a própria operação da empresa.

Gostou das nossas dicas? Além das auditorias, existem outros modos de garantir que sua empresa esteja em conformidade com as regras. Saiba mais lendo nosso guia sobre compliance!