Compliance empresarial: veja 4 dicas de como aplicá-lo!

O empreendedor brasileiro tem inúmeras preocupações, especialmente com a legislação. A contabilidade tem que estar dentro dos padrões, todas as despesas dos funcionários devem estar em dia e as obrigações fiscais precisam estar alinhadas. Além disso, é preciso também seguir algumas práticas de responsabilidade ambiental. Para equilibrar todos esses fatores, surgiu um termo chamado compliance empresarial.

Você sabe o que significa o conceito de compliance empresarial? Neste post, falaremos sobre sua importância e traremos 4 dicas para aplicá-lo em sua empresa. Boa leitura!

O que é compliance empresarial?

Esse é um termo em inglês que já foi adaptado ao vocabulário brasileiro. “Comply” tem como significado a sintonia de regras, ou seja, o fato de estar de acordo com elas. Não só com as regras, mas com todas as diretrizes que a legislação estabeleceu para o seu negócio.

O compliance empresarial é a certeza de que a sua empresa está dentro dos padrões de todos os segmentos: trabalhista, previdenciário, financeiro, civil, contábil, entre outros.

Qual é a importância do compliance empresarial?

No Brasil, formou-se uma ideia errônea de compliance. Muitas empresas afirmam que não precisam utilizar esse conceito porque não têm nenhum tipo de relação com os órgãos públicos. O compliance passou a ser diretamente relacionado aos sistemas anticorrupção.

Essa afirmação é totalmente falsa, já que, mesmo que não se relacionem diretamente com o governo, isso acontece de forma indireta: pagamentos de tributos, liberação de alvará para o funcionamento, legalização de funcionários, entre tantos outros fatores.

Além disso, muitos não conseguem identificar a importância de aplicar as práticas desse conceito no dia a dia da empresa, não compreendendo os benefícios que isso pode trazer. Por isso, vamos agora esclarecer algumas dessas vantagens para que você veja o quanto o compliance empresarial pode melhorar o seu negócio.

Atrai mais investimentos

Os grandes investidores desejam colocar o capital em empresas que estejam distantes de possíveis escândalos e problemas com a justiça. Assim, encontrar uma que implemente o compliance significa que ela tem as ferramentas necessárias para evitar esse tipo de situação.

As chances de alguém se interessar em investir em um negócio como esse são muito maiores. É como um sinal verde para investidores e mostra a solidez da empresa, já que ela se preocupa em evitar uma série de transtornos.

É uma vantagem competitiva

Usando o exemplo de possíveis investimentos de terceiros que acabamos de citar, quem você acha que os investidores escolherão para aplicar o capital: uma empresa que pratica compliance ou uma que não pratica?

É lógico que a primeira tem muito mais chances de receber esse dinheiro e, consequentemente, de crescer e expandir os negócios. Dessa forma, você também se destaca da concorrência.

Oportuniza negócios

Muitas empresas que já adotam o compliance se interessam em criar relações com outras que também trabalham com esse conceito. Não importa o tamanho delas, até porque essas práticas podem ser aplicadas em qualquer tipo de negócio, seja de pequeno, médio ou grande porte. As duas empresas ganham e aumentam as chances de fazer novos negócios.

Identifica os riscos antecipadamente

Toda empresa apresenta riscos e muitos deles são previsíveis, permitindo que os membros se organizem e evitem que eles aconteçam.

É exatamente isso que o compliance permite: que os problemas possam ser identificados antes que causem algum estrago, especialmente na imagem do seu empreendimento.

Assim que esse conceito é aplicado dentro da empresa, o primeiro passo é justamente identificar todos os riscos que podem existir.

A partir disso, é possível traçar soluções para evitar sérios problemas no futuro, especialmente com processos na justiça. Um bom compliance também exige ao menos uma revisão por ano desses riscos.

Como aplicar o compliance empresarial em seu escritório?

Agora que você já sabe os diversos benefícios que esse conceito pode trazer para o seu empreendimento e a importância dele para a expansão do seu escritório, veja algumas dicas para implementá-lo de uma vez por todas:

1. Promova treinamentos e capacite sua equipe

Para que todos participem dessas novas práticas com maior eficácia, é preciso que toda a equipe esteja de acordo e consiga enxergar os benefícios desse conceito para o escritório e também para o dia a dia.

Apenas implementá-lo sem nenhum tipo de explicação e pensar que as pessoas têm que aceitá-lo é um erro bastante comum.

Portanto, promova treinamentos para que os membros da equipe possam ter a mesma visão que a sua e compartilhar dos mesmos sentimentos sobre o assunto. Assim, será muito mais fácil colocar o compliance empresarial em prática.

2. Faça controle de qualidade

Para que o compliance dê certo em seu negócio, é essencial fazer o controle de qualidade. Isso significa ter a certeza de que todas as metas e planejamentos traçados estão seguindo de acordo com o esperado.

Assim, esse controle ajuda na redução de custos e também oferece maior eficiência a todos os processos envolvidos.

3. Pratique a auditoria interna

Para estruturar e armazenar da melhor forma todos os dados fiscais do seu escritório de advocacia, a auditoria interna é essencial.

Nesse ponto, ocorre todo o mapeamento de riscos, o planejamento, a detecção e prevenção de erros e também a execução dos procedimentos.

Na verdade, a auditoria pode ir muito além disso, necessitando de uma visita ao passado da empresa para estabelecer alguns pontos que promovem impactos em sua realidade.

4. Gerencie os terceirizados

Essa é uma parte que pode ser um pouco mais complicada, mas precisa ser feita. Os terceirizados são aqueles com os quais o seu escritório tem algum tipo de contrato ou negócios. Por exemplo, você pode ter um contrato com um escritório de contabilidade ou mesmo com alguma empresa de treinamentos.

Conhecê-los de forma mais profunda, revisar os contratos realizados e fazer a análise dessas informações é uma maneira de gerenciamento. Faça também uma atualização periódica dos dados de todos eles.

A partir da análise deste post, ficou bem claro o quanto o compliance empresarial é importante para o seu empreendimento, seja qual for o modelo e tamanho de negócio. Há, é claro, outras formas de implementar esse conceito e demais benefícios que ele pode trazer, mas os citados aqui são os principais.

Praticar o compliance empresarial é uma das formas de atingir o sucesso do negócio. Veja outras maneiras!

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]