Curso de mediação de conflitos: por que fazer um?

Fazer um curso de mediação de conflitos tem se tornado cada vez mais comum entre as pessoas. A mediação é uma forma mais prática e rápida de se lidar com diversos conflitos que poderiam parar na justiça e levar anos para serem resolvidos.

Nesse caso, um terceiro, chamado de mediador, ajudará as partes envolvidas, para que elas possam se comunicar melhor e, assim, alinharem as suas exigências, negociarem e, enfim, fecharem um acordo.

Por que a mediação é importante?

Como a mediação é um método de resolução de conflitos extrajudicial, ela consegue melhorar o funcionamento da justiça, evitando que outros conflitos ingressem no âmbito jurídico.

Além disso, esse método não é eficaz apenas para a justiça, mas também para as partes que terão o seu problema resolvido de forma bem mais rápida.

Para se tornar um mediador, a pessoa precisa ter curso superior completo e estar formada há, pelo menos, 2 anos.

Além disso, também é necessário fazer um curso específico que seja reconhecido pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados ou, então, pelos tribunais.

Por que fazer um curso de mediação de conflitos?

Mais uma oportunidade

Nós precisamos estar preparados para qualquer eventualidade, assim, é sempre bom ter um plano B traçado caso algo aconteça. Essa lógica pode ser aplicada ao seu emprego, do qual você pode ser demitido a qualquer momento.

Aproveite o dinheiro do seu trabalho para fazer um curso de mediação de conflitos e tenha mais uma opção. Além do desemprego, você também pode querer mudar de profissão ou estar insatisfeito na empresa na qual trabalha. Dessa forma, é sempre bom ter o poder de escolha.

Possibilidade de especialização

A faculdade consegue oferecer uma boa preparação para ingressarmos no mercado de trabalho, mas ela não consegue abarcar todos os conhecimentos, que são muitos. Por isso, é sempre bom se especializar em alguma área e focar nela.

Com um curso de mediação de conflitos você se tornar um profissional especializado e muito mais requisitado pelo judiciário. Também é possível usar esse conhecimento para se destacar de outros profissionais, usando o papel de mediador.

Mercado em expansão

A mediação de conflitos cresceu muito nos últimos anos e a tendência é que continue acontecendo, já que os tribunais vêm recebendo resultados positivos sobre o assunto.

Os tribunais continuam sendo obrigados a capacitar profissionais para realizar a mediação. Assim, fica clara a necessidade que esses órgãos têm de encontrar pessoas especializadas no assunto para a resolução de conflitos.

Resolução eficaz

Quando estamos doentes, podemos tentar consumir diversos chás e medicações. Provavelmente nenhuma dessas opções vai tratar a causa do problema, mas ir ao médico, normalmente, resolve. Isso ocorre porque você falará com um profissional que conhece as técnicas necessárias para solucionar o problema.

O mesmo acontece com um mediador. Durante o curso, ele aprende formas mais eficazes de lidar com os conflitos e, por conta disso, consegue chegar a uma resolução do problema de forma mais rápida e eficaz.

Agora que você já tem bons motivos para fazer um curso de mediação de conflitos, entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas!

 

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]