Saiba fazer networking na advocacia e como isso pode ser benéfico

Livro os 7 hábitos do concurseiro

Ter uma rede de contatos é fundamental para qualquer profissão. E essa pode ser uma das maiores dificuldades para um profissional que esteja entrando para o mercado de trabalho.

O networking na advocacia também é essencial, tendo como objetivo fortalecer a sua relação com profissionais já estabelecidos na área.

Pensando nisso, no post de hoje selecionamos alguns benefícios do networking na advocacia, além de dar algumas dicas sobre como criar esse relacionamento. Continue a leitura!

O que é o networking?

O networking também é conhecido como rede de contatos e é uma maneira essencial para que você cultive relações com profissionais de sua área em diversos ambientes.

O objetivo desse estreitamento de contatos é facilitar negociações comerciais, intercâmbio de conhecimentos, estar por dentro das oportunidades oferecidas pelo mercado de trabalho, entre outros.

Estreitar relações com profissionais já estabelecidos no mercado de trabalho é fundamental para qualquer profissão. Na advocacia, isso não é diferente. No entanto, é necessário saber fazer esse networking, de modo que ambos profissionais saiam com algum conhecimento adquirido ou algum benefício conquistado.

Como fazer um networking?

Realizar um networking de maneira natural talvez seja a maior dificuldade encontrada por profissionais.

Manter contato com professores e colegas de trabalho pode ser uma das formas, tendo em vista que eles trarão experiências sobre suas bagagens profissionais que agregarão a sua carreira.

Ser útil para aquele profissional de maneira espontânea também pode ser um passo importante, além de estar presente nas redes sociais corretas em que seus futuros parceiros estejam se engajando nos assuntos do seu nicho.

Um caminho interessante é participar de eventos e aproveitar para fazer networking.

Quais os benefícios do networking na advocacia?

1. Relações fortalecidas

Com o networking, você cria confiança com profissionais de outros escritórios de advocacia, fortalecendo as relações.

Você, a partir daí, se envolverá regularmente com os seus contatos que trarão oportunidades, além da chance de oferecer ajuda e ser ajudado em alguns momentos do seu dia a dia profissional.

2. Ideias frescas

Essa troca de informações em debates e discussões pode fazer com que vocês tenham ideias frescas para aplicar ao seu cotidiano.

A partir do momento em que estejam engajados sobre algum assunto, novos conhecimentos podem ser adquiridos, além de melhorar sua reputação como profissional diante da qualidade da discussão.

3. Acesso às oportunidades

Expandir a sua rede de contatos pode abrir novas oportunidades, tanto de negócios quanto de progressões na carreira, aquisição de novos conhecimentos e, acima de tudo, crescimento pessoal por meio de debates construtivos.

4. Perfil profissional mais bem visto

A partir do momento em que está com uma rede de relacionamentos expandida, seu perfil profissional tende a ficar em constante progressão.

Você construirá sua reputação com uma imagem de profissional experiente, com confiabilidade e que oferece conteúdo útil e dicas para outros profissionais.

Como você pôde perceber, o networking na advocacia, além de não ser difícil de realizá-lo, traz inúmeros benefícios, fazendo com que você se torne um profissional respeitado em seu nicho de atuação.

E aí, gostou do conteúdo? Agora que você sabe algumas dicas de como realizar o networking na advocacia, nos acompanhe nas redes sociais e fique por dentro de todas as nossas novidades. Estamos presentes no Facebook e Twitter.

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]