7 Dicas para destacar-se no mercado de trabalho do direito?

Destacar-se no mercado de direitio

Todo mercado de serviços tem concorrênia e cada profissional ou empresa compete por clientes e, mesmo com todas as restrições, não é diferente no caso da atuação como advogado.

Como se destacar no mercado de trabalho para direito? Essa costumava ser uma pergunta apenas dos recém-formados, que, ao sair da faculdade, tinham que lutar bastante para conseguir seu espaço em meio a profissionais experientes.

Hoje essa realidade mudou, o que não significa que ficou mais fácil. Pelo contrário, cada vez mais a concorrência nessa área é maior. Agora até os profissionais mais experientes estão tendo que se adaptar, para não ficarem ultrapassados.

Se por um lado isso dificulta o acesso ao mercado de trabalho, por outro estimula os profissionais a estarem sempre se desenvolvendo. Isso, a longo prazo, torna o mercado mais sadio e melhor. Porém, a pergunta que permanece é: o que fazer hoje, para se diferenciar e conseguir seu espaço?

Confira a seguir uma lista com algumas respostas para essa pergunta. Acompanhe!

1. Ofereça um atendimento personalizado

Quando o cliente procura o advogado pela primeira vez, é natural que o profissional não saiba suas demandas, suas necessidades e o porquê de ser procurado. Por isso, você deve estar pronto para servi-lo, sendo sincero a respeito das possibilidades e sem inventar falsas promessas.

Além disso, para se destacar no mercado de trabalho do direito, você deve dar o direcionamento correto ao cliente. Ou seja, caso ele esteja procurando algo que não seja sua especialidade, o melhor é deixar claro e indicá-lo a outro profissional. No futuro, se precisar do seu serviço, certamente ele lembrará da cordialidade e, possivelmente, retornará a fazer negócios.

Do segundo atendimento em diante, você deve chamar o cliente pelo nome e ter noção do seu caso antes de pegar os papéis. Por isso, vale a pena reservar 10 minutos antes de cada reunião para relembrar o processo do cliente. Se ele tiver que ficar atualizando você constantemente sobre o próprio processo, você não está desempenhando seu trabalho da melhor maneira.

Outro fator essencial para o bom atendimento é a explicação de forma simples e clara, em termos não jurídicos, a situação em que o processo se encontra. A era do “juridiquês” ficou para trás.

Clientes também gostam de receber dicas de como se portar no tribunal. Alguns ficam indecisos com a roupa que vão usar ou as palavras que devem evitar. Por isso, aproveite para falar um pouco a respeito desse assunto no encontro anterior ao julgamento. Isso também ajuda a tranquilizar o cliente, que normalmente costuma ficar muito nervoso em situações como essa.

Para fidelizar relacionamentos, é importante que você fale diretamente com o cliente, em vez de colocar seu estagiário na reunião. Apenas com esse contato pessoal, o vínculo de confiança pode ser formado. Somente esse vínculo pode criar um relacionamento profissional a longo prazo com seus clientes. E é isso que todos desejamos, não é mesmo?

Veja o vídeo de Felipe Asensi, professor do Mestrado em Ciências Jurídicas da Ambra, sobre relacionamento com o cliente.

2. Tenha empatia

A empatia é a forma de entender os sentimentos das outras pessoas. Segundo o livro Inteligência Emocional, de Daniel Goleman, ela é alimentada pelo autoconhecimento. Portanto, só é possível entender os sentimentos dos outros quando se entende os seus próprios muito bem.

Para entender os sentimentos dos outros é preciso, principalmente, estar atento a canais não verbais de expressão, como os gestos, o olhar, a forma de cruzar os braços, respirar, etc.

No mercado de trabalho do direito, é essencial desenvolver maneiras de entender as emoções de seus clientes, visto que 90% comunicação não é feita em palavras. Dessa forma, é possível perceber se o cliente procurou você porque está com raiva do antigo empregador e quer algum direito de volta ou se está com saudade dos filhos e quer lutar para vê-los mais vezes na semana, por exemplo.

Com a empatia, você também pode perceber se seu cliente está escondendo algo ou se está mentindo em algum ponto da história que está contando.

3. Mostre um diferencial: utilize softwares para gestão de atividades

Sistemas de computador garantem que muitos processos fiquem automatizados e, no ramo do direito, não é diferente. O trabalho dos advogados requer muita organização e compromisso, não se pode perder prazos nem histórico de processos.

Para se destacar no mercado de trabalho do direito, os escritórios de advocacia podem, então, optar por vários softwares de gestão existentes no mercado e, com isso, economizar tempo.

Listamos, a seguir, alguns benefícios da utilização de um software:

  • consolidação da imagem profissional;
  • software adequado ao seu uso;
  • controle financeiro;
  • aumento da escalabilidade do negócio.

Consolidação da imagem profissional

Escritórios que possuem seus processos geridos por um sistema passam uma imagem positiva aos clientes. Isso porque, por meio desses softwares, é possível organizar melhor os processos e documentos, agilizando também todo o andamento da causa e deixando tudo mais transparente para o cliente, que pode acompanhar a evolução da sua ação pela internet.

Além disso, priorizar o uso de softwares também atende à demanda por sustentabilidade, porque é possível utilizar menos papel e produzir menos lixo.

Software adequado ao seu uso

Com o crescimento do mercado tecnológico, aumentou também a quantidade de softwares de advocacia disponíveis. Por isso, é possível escolher um programa de gestão de escritório ou de processos, dependendo do seu interesse.

Também já existem soluções completas, que integram as duas funcionalidades. Tudo depende de quanto você está disposto a investir.

Controle financeiro

Além de gerenciar processos, ao adquirir um módulo financeiro, é possível registrar contas, despesas e receitas, além de honorários a receber e recebidos por cliente. Dessa forma, se mantém mais controle das entradas e saídas de dinheiro do escritório, especialmente quando mais advogados trabalham em conjunto.

Aumento da escalabilidade

Por meio do uso de softwares de gerenciamento, muitas ações rotineiras e repetitivas podem ser automatizadas. Isso, consequentemente, libera tempo para que você possa investir seu esforço em outras atividades, inclusive em conseguir mais clientes.

4. Marketing pessoal como diferencial

Advogados necessitam ter conhecimento técnico da área que atuam. Porém, apenas isso não é suficiente para se destacar no mercado de trabalho do direito: bons advogados devem ter uma postura profissional e divulgar seus serviços.

Sendo assim, confira agora algumas dicas de como você pode investir no seu marketing pessoal.

Utilize o marketing de conteúdo

Você sabe o que é marketing de conteúdo? Resumidamente, é quando um vendedor ou prestador de serviços busca atrair sua clientela por meio de conteúdos que atraiam seu interesse e, com o tempo, criem um laço de autoridade e confiança.

Na prática, isso normalmente se configura na criação de um blog, canal de vídeos ou página de mídia social, com produção de conteúdos recorrentes que, inicialmente, responde às demandas mais imediatas do público de maneira simples de entender.

Essa é uma opção muito interessante para você ganhar autoridade no mercado e expandir sua clientela.

Veja o vídeo do Professor Felipe Asensi, professor do Mestrado em Ciências Jurídicas da Ambra, sobre relacionamento com o cliente:

Valorize sua apresentação pessoal

O direito é uma área de trabalho muito conservadora. Sendo assim, não deixe de estar sempre vestido conforme a ocasião demanda. Na hora de encontrar um possível cliente pela primeira vez, é bom deixar uma boa impressão.

Para isso, é preciso atender o que ele espera de um profissional dessa área: uma apresentação impecável. Logo, calça jeans e tênis estão fora de cogitação. Opte sempre pelo traje social completo.

Esteja presente no LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social com um foco profissional. Nela, você pode encontrar um emprego, participar de grupos de debate relacionados a sua área e, principalmente, fazer muito contatos. Atualmente, estar presente no LinkedIn já se tornou praticamente uma obrigação para todo profissional.

Faça pro bono

Realizar trabalhos voluntários é uma excelente oportunidade de unir o útil ao agradável. Além de você conseguir ajudar quem precisa, isso ainda conta pontos para sua carreira, podendo garantir uma maior projeção.

Busque se especializar

Hoje em dia, o perfil advogado agregador está sendo extinto. Com tanta gente nova entrando no mercado, não faltará ninguém para fazer algum serviço mais barato. Desse modo, sua busca deve ser pela especialização em alguma área do direito.

Assim, você ganha mais autoridade no mercado e, com o tempo, pode se tornar uma referência na área. Quando isso acontecer, você não precisará mais buscar clientes, eles que virão até você. Portanto, busque ingressar em um programa de pós-graduação, seja no Brasil ou no exterior, e/ou cursos livres da sua área.

Imagine uma pessoa que esteja buscando por um escritório e encontra os seguintes perfis de advogados:

  • Escritório 1: somente advogados com bacharelado;
  • Escritório 2: todos os advogados possuem especialização;
  • Escritório 3: possui um advogado com mestrado no Brasil e os demais possuem especialização;
  • Escritório 4: possui um advogado com mestrado nos Estados Unidos da América, um advogado com mestrado no Brasil e os demais possuem especialização.

Qual dos 4 você acredita que chamará mais a atenção dos futuros clientes?

5. Faça muito networking

Na prática jurídica, é necessário estabelecer muitos contatos. É por meio deles que novos clientes são prospectados e os antigos são mantidos. Uma forma de conseguir novos contatos é recebendo bem clientes que batem à porta do seu escritório. Para isso, seja simpático e treine sua equipe para que todos sejam agradáveis e cordiais.

Algumas vezes, as pessoas vão ao seu escritório, mas por algum motivo acabam fechando a parceria com outro advogado. Se você estiver disposto a atendê-las, elas vão se lembrar do seu escritório quando precisarem de outro serviço.

Para conquistar seu espaço no mercado de trabalho do direito, participe, também, de eventos da área da advocacia. Dessa forma, você vai conhecer mais colegas de profissão e indicá-los ou receber indicações.

6. Atue como advogado correspondente

O Brasil tem mais de 5 mil cidades e as ações judiciais ocorrem em todo o país, principalmente, para empresas. Essa característica acaba demandando relacionamento entre escritórios de uma cidade que contratam advogados de outra.

O advogado correspondente atua exatamente para agregar valor e agilizar a prestação judicial de ações em sua cidade para escritórios ou pessoas de outras cidades do país.

Principalmente para quem está iniciando, a atuação como correspondente possui benefícios como networking, flexibilidade de horário e aumento de renda.

Você pode pensar em como se apresentar como correspondente para quem está precisando dos seus serviços, certo?

Felizmente, soluções como o Juris Correspondente usam a internet para conectar advogados correspondentes com escritórios de advocacia que estão precisando de algum advogado na cidade.

7. Investigue a concorrência

Fazer um benchmarking é fundamental, tanto para verificar quais serviços sua concorrência está oferecendo, como também para saber que preço está cobrando. Com essas informações em mãos, você saberá como se diferenciar no mercado de trabalho do direito.

Uma boa forma de receber informações da concorrência é perguntando aos seus novos clientes se eles já trabalhavam com outro escritório antes e os motivos que os levaram escolher o seu.

Além disso, faça pesquisas de satisfação frequentemente com seus clientes, permitindo-lhes dar feedbacks sobre o que gostam no seu atendimento e o que poderia ser melhor. Lembre-se de agradecer todas as sugestões de melhorias e busque aplicá-las ao seu trabalho.

Como é possível perceber, não está fácil se destacar no mercado brasileiro de direito. Cada ano se formam milhares de novos profissionais e a qualificação também tem aumentado bastante. Porém, isso não é motivo para desespero. O bom profissional sempre tem espaço no mercado. Utilize as dicas apresentadas aqui para conseguir uma maior visibilidade e conquistar seus clientes.

Sendo assim, invista em si mesmo, por meio de cursos, ministrando aulas e palestras, participando dos eventos da área e melhorando sua apresentação pessoal, sem esquecer de estar presente nas mídias sociais, para aumentar seu alcance.

E também invista no seu negócio, fazendo um benchmarking dos seus concorrentes, se especializando, aprendendo mais sobre gestão e empreendedorismo, montando um plano de carreira, atendendo seu cliente de forma personalizada e estando atento às oportunidades de áreas promissoras.

Fazendo isso, você estará no caminho certo para atrair mais clientes, fidelizar os antigos e ter uma carreira de sucesso.

Gostou dessas dicas sobre o mercado de trabalho para direito? Então, curta nossa página no Facebook e tenha acesso a mais conteúdos como esse.

Confira também: Advogado de sucesso: o profissional atualizado sai sempre na frente!

am_cta_ebook12_novocodigocivil

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]