Veja a importância do código de conduta ética para um plano de compliance

O código de conduta ética e compliance é demasiadamente importante e é papel dos advogados compreenderem esse processo, uma vez que podem orientar os seus clientes sobre o assunto.

Isso se justifica pelo fato de a reputação e a imagem de uma empresa estarem diretamente relacionados à sua permanência no mercado, pois, os consumidores ou clientes atentam para esses detalhes.

Apesar disso, muitas pessoas não entendem do que o assunto trata. Foi esse o fator motivador para que desenvolvêssemos este post, que falará sobre a importância do código de conduta ética para um plano de compliance. Acompanhe mais informações sobre o tema nos tópicos a seguir.

O que é código de conduta ética e compliance?

A palavra compliance é de origem inglesa, derivada do verbo “to comply”, que significa algo como “agir segundo uma regra”. De tal modo, um código de conduta ética e compliance pode ser interpretado como um conjunto de regras e normativas que as empresas precisam adotar.

Entre essas regras, destacasse a transparência, algo tido como fundamental nos dias de hoje. Assim, todos que tiverem interesse poderão ter acesso a informações importantes sobre a empresa, que pode agir estrategicamente para manter ou aumentar a confiança de seus públicos.

Qual é o papel do código de conduta ética para o plano de compliance?

Ao elaborar um plano de compliance, a empresa estará desenvolvendo um documento que tem objetivos específicos na organização. Entre eles, destacam-se os seguintes. Confira!

Ser a base da forma de agir de todos

O código de conduta ética deve ser enraizado na cultura organizacional da empresa. Desse modo, ele deve ser incorporado ao dia a dia dos colaboradores, sendo uma base para que todos possam agir da forma responsável.

Aperfeiçoar os relacionamentos internos e externos

Engana-se quem pensa que um plano de compliance serve apenas para estreitar o relacionamento com clientes. Ele deve ser a base para trocas com qualquer grupo interessado na organização, como os funcionários, a imprensa, a comunidade em que a empresa está inserida etc.

Administrar conflitos de interesses

Com base nas normativas éticas estabelecidas, será possível que o plano de compliance atue com um papel de administrar conflitos de interesses nas organizações.

Estabelecer princípios éticos e formais de conduta

Conforme já dito, esse plano tem como objetivo estabelecer regras. Tais regras precisam ser cumpridas por todos os colaboradores da organização, sob comando dos líderes.

Como a lei anticorrupção deu força ao código nas empresas?

A lei anticorrupção, em vigor desde 2013, pune severamente as empresas que forem condenadas por atos de corrupção contra a administração pública. De tal modo, essa legislação fez com que os códigos de compliance ganhassem mais força e valor dentro das organizações.

Conhecer sobre o código de conduta ética e compliance é relevante para os advogados, uma vez que seus clientes podem ter dúvidas sobre esse assunto e precisar de suporte para não serem penalizados por legislações fiscalizadoras, como é o caso da lei anticorrupção.

Atuar como um consultor nessa área pode ser uma opção de carreira interessante para os advogados. Para saber mais, leia o nosso artigo “Confira agora as principais informações da carreira de Compliance Officer”.

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]