Home Métodos Alternativos de Resolução de Conflitos Mediação Curso de mediação: por que é um diferencial em escritórios de advocacia?

Curso de mediação: por que é um diferencial em escritórios de advocacia?

Você sabe como funciona a mediação ou entende qual é a importância de investir em um curso desse tipo para os advogados do seu escritório de advocacia?

Se a resposta for “não”, este post foi feito para você! Aqui você vai encontrar os principais pontos sobre a carreira de mediador.

Ficou curioso e quer entender a importância dessa metodologia para o seu escritório? Então, não deixe de ler este conteúdo até o final.

O que é a mediação

Muitos processos litigiosos poderiam ser evitados com a intervenção de um profissional capacitado para mediar um diálogo entre as partes, e a proposta da mediação é exatamente essa.

Essa metodologia consiste em um método extrajudicial — ou seja, sem a necessidade de um tribunal ou audiência — para solucionar conflitos por meio de diálogo.

Um terceiro imparcial e sem poder de decisão, que deve ser um profissional habilitado, intervém em um conflito entre duas ou mais pessoas — e desde que tenha a permissão de ambas.

Dessa forma, o mediador auxilia as partes na busca por soluções pacíficas, cooperativas e mutuamente satisfatórias.

Para que o processo tenha validade é necessário cumprir uma legislação específica que regulamenta a mediação.

Continue a leitura e entenda agora como ela funciona.

A mediação no judiciário

Regulamentada pela Lei n. 13.140, de 26 de junho de 2015, no Brasil, ela é considerada um marco legal referente à mediação como modo de solução de demandas judiciais entre pessoas físicas.

Isso porque ela estabelece que, por meio do diálogo, as partes retomam a capacidade de decisão, tornando as medidas adotadas como duradouras.

A mediação também pode ser acessória ao processo judicial, se encarregando de solucionar primeiramente a demanda, antes mesmo da ação do Poder Judiciário. Com isso, ela cria insumos para que esse Poder atue de forma efetiva na resolução de conflitos, dando mais propriedade e eficiência para a decisão.

Porém, é importante ter clareza sobre o fato de que a mediação atua como aliada do Poder Judiciário, e não competindo com ele.

O sujeito mantém o seu direito de entrar na justiça quando se sente lesado ou existem ameaças aos seus direitos.

A mediação no escritório de advocacia

Da mesma forma como a mediação pode ser uma grande aliada do judiciário, ela também gera valor quando incorporada à atuação do seu escritório de advocacia. O uso do método como mecanismo de resolução de conflitos segue uma tendência mundial, criando um diferencial competitivo para o seu escritório diante do mercado.

Além disso, ela permite que você crie um novo âmbito de atuação para os seus advogados e o escritório como um todo, ampliando as opções de serviços oferecidos aos seus clientes. Assim, você traz inovação e modernidade para o negócio, permitindo que os seus advogados representem os clientes de forma global e integral.

Essa prática também gera uma maior harmonia a longo prazo para as partes conflitantes, reduzindo o desgaste emocional e financeiro que um processo judicial oferece aos clientes.

Eles passam a assumir o protagonismo de suas vidas, evitando delegar a autonomia e o poder de decisão de cada um a uma instância judicial.

Diante de tantos benefícios, é essencial entender mais sobre o processo de mediação e a atuação do mediador para efetivamente incorporar essa prática no seu escritório. E é exatamente isso que você vai descobrir agora!

A carreira de mediador

Basicamente, o trabalho do mediador é atuar como facilitador das decisões entre as partes de um processo. Para isso, ele trabalha dando autonomia para que as partes envolvidas desenvolvam um diálogo e cheguem a uma solução.

É importante entender que o mediador não dá sugestões ou acordos prontos, mas, sim, possibilitar o diálogo entre pessoas que estão em conflito para que elas consigam chegar a melhor decisão para ambas as partes.

Dessa forma, o perfil desejado para um mediador é um profissional que seja humanista e estrategista para moderar o conflito com eficiência. Além disso, é exigido paciência e persistência para que o processo tenha o melhor resultado possível.

Os principais desafios da mediação

Um dos principais desafios da mediação é lidar com uma situação de conflito de forma imparcial, sem interferir na decisão. Isso é ainda mais evidente no caso de advogados que foram treinados para lidar com processos de forma combativa, defendendo seus argumentos no tribunal.

É exatamente aí que se insere a importância do desenvolvimento das competências profissionais do mediador antes da atuação. Apenas um profissional capacitado é capaz de realizar uma mediação de qualidade, mantendo a autonomia das partes envolvidas e evitando conflitos mais sérios.

Portanto, investir no curso de mediação para o seu escritório pode ser a solução que você precisa para mudar o posicionamento do negócio e atuar na intervenção de conflitos. Entenda agora o funcionamento do curso e seus benefícios.

O curso de mediação para o seu escritório



Em primeiro lugar, é importante que você entenda que qualquer pessoa com curso superior, independentemente da área de formação, pode ser um mediador judicial. Portanto, não são apenas os seus advogados do escritório que podem realizar o curso de mediação, mas qualquer um dos seus colaboradores que tenha interesse e competência para atuar no setor.

Porém, esse não é o único benefício que a formação traz para o seu negócio. Inserir o curso em seu escritório torna a assistência judicial mais proativa e eficaz. Isso porque, ao tomar conhecimento do processo de mediação, das ferramentas específicas desse método de resolução de conflitos e de seu papel no caso, o advogado moderniza a sua prática.

Dessa forma, o advogado melhora a satisfação do cliente, pois passa a oferecer um procedimento no qual as partes, com o indispensável acompanhamento de seus respectivos advogados, serão autoras do resultado, mantendo a autonomia dos indivíduos nas decisões sobre a própria vida. Assim, você evita que um terceiro imponha uma resolução que, na maioria das vezes, só satisfaz um dos lados.

O curso de mediação fornece aos profissionais o conhecimento sobre os distintos estilos, como prepará-la do ponto de vista de assessor de parte e como participar de maneira eficaz. Assim, o advogado estará apto a assessorar seus clientes no processo facilitado por um terceiro independente e neutro, o mediador — ou ele mesmo exercer essa função.

Portanto, implementar a carreira de mediador no seu negócio pode trazer uma série de benefícios, tanto para o seu escritório quanto para os seus colaboradores e clientes.

Investir nessa formação pode ser o diferencial que você precisa para ganhar vantagem competitiva no mercado e atuar de forma mais alinhada às tendências atuais na área do direito.

Conheça mais sobre as opções de mestrado em mediação ofertadas por instituições do Brasil e dos Estados Unidos da América.

Quer continuar recebendo mais informações sobre como melhorar os seus serviços e capacitar a sua equipe? Então assine agora mesmo a nossa newsletter e fique por dentro de todas as atualizações do nosso blog!

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]