Dicas de livros sobre mediação de conflitos

Mediar conflitos é uma necessidade amplamente discutida e estimulada no ambiente jurídico. Afinal, a partir dessa prática é possível facilitar o processo de litígio, tornando-o mais rápido e menos custoso, uma vez que não passa por todas as etapas judiciais.

Deseja dar mais agilidade para resolver as questões dos seus clientes por meio desse método?

Livros sobre mediação de conflitos são uma excelente alternativa para aprofundar os seus conhecimentos na área e conseguir fazer acordos mais eficientes.

Para ser um bom mediador de conflitos é necessário dominar as técnicas exigidas para conciliar os interesses das duas partes envolvidas em uma situação jurídica, e ajudá-las a chegar a um acordo benéfico para todos.

Confira, a seguir, alguns livros que lhe ajudarão a aprimorar as suas habilidades!

A Verdadeira Essência da Mediação e Conciliação na Solução de Conflitos

Escrito por Aline de Almeida Cerqueira, a obra “A Verdadeira Essência da Mediação e Conciliação na Solução de Conflitos” é composta por 94 páginas que possuem o objetivo de proporcionar ao leitor uma leitura simplificada e de fácil compreensão.

O livro tem a finalidade de disseminar a cultura do não litígio, instruindo os profissionais da área de Direito a como buscar a pacificação social.

A partir dessa leitura, você também pode entender melhor a importância de usar métodos apropriados de soluções extrajudiciais de conflitos por meio da Mediação e Conciliação Extrajudicial, se baseando na Lei 13.140/2015 e no novo Código de Processo Civil.

Mediação de Conflitos e Práticas Restaurativas

Em “Mediação de Conflitos e Práticas Restaurativas”, o autor Carlos Eduardo de Vasconcelos faz uma abordagem direta e prática sobre os fundamentos necessários para mediar situações conflituosas no âmbito jurídico.

A obra apresenta os fatores humanísticos, científicos e ecológicos requisitados para trabalhar os diversos métodos de construção de consensos.

O foco do livro é o fortalecimento do poder comunicativo, dialogal e restaurativo praticado nos setores judiciais e extrajudiciais com a mediação de conflitos para evitar o desgaste de um processo estendido, compreendendo todos os círculos restaurativos e das negociações que se baseiam em princípios.

Manual de Mediação

Para quem deseja fazer um estudo minucioso sobre o tema, uma excelente opção é o livro “Manual de Mediação”, escrito por Antônio Carlos Ozório Nunes, e que está dividido em duas partes.

A primeira trata dos aspectos legais e jurídicos da mediação, embasando-se no Código de Processo Civil.

Já a segunda parte traz à tona teorias, técnicas e metodologias adequadas para o advogado construir o diálogo e ser bem-sucedido nas negociações entre pessoas.

A obra é classificada como um guia teórico e prático ao mesmo tempo; teórico por abordar as variadas ciências que fazem parte da mediação e prático porque procura integrá-las às práticas comuns aos exercícios cotidianos dos profissionais da área judicial.

Buscar informações em livros sobre mediação de conflitos é essencial para aprofundar os seus conhecimentos na área, além de lhe permitir acessar novas referências e técnicas para mediar negociações judiciais e alcançar soluções satisfatórias para as partes envolvidas em um processo.

Saiba mais sobre Mediação. 

Gostou deste post? Siga o nosso perfil no Facebook, Instagram e Twitter e receba mais conteúdos exclusivos!

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]