O que é mediação online e quando usar essa opção

mediação online foi criada com a finalidade de tornar o processo mais ágil, mais amigável e menos formal com o auxílio da tecnologia. Isso porque ela atua como um facilitador no diálogo entre os envolvidos, contribuindo para possíveis acordos e redução das demandas levadas para o judiciário. Por esse motivo, tem ganhado cada vez mais espaço no país.

Devido a sua importância, é fundamental que você entenda como essa ferramenta funciona e como ela pode tornar a sua rotina mais simples. Confira!

Quem pode utilizar a mediação online?

Pode ser utilizada tanto em processos que envolvem pessoas jurídicas, que buscam aprimorar a experiência dos seus clientes em relação ao gerenciamento de conflitos, quanto pessoas físicas que procuram resolver problemas em diferentes áreas.

Quando ela é indicada?

A mediação online é indicada em quase todos os casos em que a mediação presencial é usada.

Dessa forma, ela pode resolver conflitos societários, consumeristas, trabalhistas, entre parceiros e fornecedores, familiares, vizinhos, entre outros. Também pode atuar em demandas relacionadas com instituições financeiras, condomínios, franquias, seguradoras, telefonia/internet e varejo.

Quando realizar a mediação online?

A mediação online pode ser realizada a qualquer momento, até mesmo depois do conflito ser judicializado ou em fase de execução, dependendo do interesse das partes.

Com o avanço da tecnologia, a busca por esse mecanismo se torna cada vez mais comum, gerando a otimização do Poder Judiciário e rapidez nas decisões de resolução de demandas.

Como ela funciona?

A mediação online é feita por meio de plataforma, onde o mediador devidamente capacitado cria um ambiente acolhedor em vídeo conferência.

Dessa forma, as partes podem dialogar sozinhas ou com a ajuda de seus advogados e, assim, chegar a um acordo que atenda os interesses de todos.

As reuniões com o mediador podem ser individuais ou conjuntas, já que o profissional vai atuar de maneira imparcial, isonômica e respeitosa, com foco no encontro de alternativas que possam propiciar o encerramento do conflito da melhor forma.

Para que a mediação ocorra, é estruturado um fluxo antes, durante e após a sessão de mediação, com as seguintes fases:

  • envio da demanda: uma base de casos, ajuizados ou não, são enviados para a plataforma;
  • adesão: um pedido para a mediação é enviado. Se tiver o aceite, uma sessão é agendada;
  • sessão: o mediador realiza a mediação online com as pessoas envolvidas;
  • acordo: as partes assinam de forma digital o acordo de mediação, que terá validade jurídica.

A mediação online pode ter quantas sessões forem necessárias, considerando a complexidade do caso e disponibilidade das partes.

Quais são os benefícios da mediação online?

As vantagens do uso da mediação online são diversas. Veja algumas delas:

  • possibilidade de permanecer no local que já está acostumado, como trabalho, casa, entre outros;
  • economia de despesas com deslocamento e hospedagem;
  • utilização de vários meios eletrônicos, por exemplo, áudio, chat, vídeo;
  • flexibilidade para se comunicar de forma simples e acessível;
  • aceleração do processo de tomada de decisão;
  • otimização do tempo;
  • minimização da judicialização de novos casos;
  • solução exercida de forma voluntária;
  • participação ativa das partes envolvidas;
  • possibilidade de ser realizada em qualquer lugar com acesso à internet e a qualquer hora oportuna.

Agora que você conhece os principais pontos da mediação online, é possível perceber que se trata de mais uma inovação advinda do avanço digital, com o objetivo de garantir a resolução de conflitos. É vantajosa para todas as partes, pois reduz a morosidade do judiciário devido ao grande volume de demandas e produz acordos amigáveis com agilidade, imparcialidade e eficiência.

Gostou deste conteúdo? Então, aproveite sua visita em nosso blog para ler “Quais são as etapas da mediação extrajudicial?” e saiba mais sobre o tema!

Saiba mais sobre Métodos Adequados de Solução de Conflitos.

Dê uma nota a este post!
[Nota média: 5]