Quais as vantagens de implementar um programa de compliance no escritório de advocacia?

Escutar o texto
Voiced by Amazon Polly

Uma das grandes tendências do mundo moderno é a implantação do compliance no escritório de advocacia. Para começar, é preciso entender o termo. Derivado do verbo em inglês “comply” = “cumprir”, compliance pode ser definido como a situação na qual uma companhia se encontra em conformidade com as leis e normas internas e externas que se aplicam à sua atuação.

Como as empresas de hoje vem ampliando seus leques, assim como as leis passam por atualizações necessárias, o compliance se tornou algo ainda mais importante. Trata-se de uma garantia de que não haverá sanções legais aplicadas por inconformidade.

Quando pensamos em escritórios de advocacia, o compliance atua no sentido de cumprir com as premissas legais e éticas inerentes à profissão, em um maior controle interno e na criação de um ambiente de trabalho produtivo e respeitoso. Quer entender melhor as vantagens de implementar um programa de compliance em seu escritório de advocacia? Então acompanhe abaixo a nossa breve lista.

Seguir o Código de Ética e Disciplina da OAB e o Estatuto da Advocacia

A preservação do sigilo profissional é somente um exemplo dos deveres que um advogado deve cumprir. Tais premissas estão abordadas na Resolução 02/2015 e na Lei 8.906/94. É importante não só conhecer, mas também aplicar essas leis ao seu escritório.

Além disso, pode haver outros atos e decisões do Conselho Federal, bem como Seccionais da OAB. O programa de compliance ajuda a manter você atualizado em relação a tudo isso, facilitando todo o processo.

Melhorar os controles internos

Riscos que colocam em jogo tanto a parte financeira quanto a reputação do escritório não podem ser negligenciados. É necessário identificá-los para buscar soluções plausíveis, de modo que não tragam esses danos, de fato.

O compliance permite esse controle, fazendo com que o cumprimento das obrigações legais realmente aconteça. Vale lembrar que essas medidas ainda impactam de forma direta nos resultados do seu negócio.

Construir um bom ambiente de trabalho

Não basta prestar bons serviços aos clientes: o ambiente de trabalho também precisa ser saudável para seus colaboradores, parceiros e sócios. O assédio, a discriminação e quaisquer outras práticas de mesma natureza devem ficar fora do seu escritório.

Por mais óbvias que pareçam, tais questões devem constar no Código de Conduta da instituição, de modo a formalizar a sua proibição. Uma boa ideia também é um canal de denúncia anônima, que levaria a uma investigação de quaisquer ocorrências nesse sentido.

Atender às exigências dos clientes

Quando você segue a um programa de compliance, a tendência é negociar com fornecedores e parceiros que compartilhem dos mesmos princípios. Assim, é formada uma rede de departamentos engajados e comprometidos com os mesmos ideais, o que ajuda você a construir um importante diferencial de mercado. Muitos certames e programas públicos exigem a existência do programa para participação.

Como foi possível ver, implementar o programa de compliance no escritório de advocacia só traz vantagens. E trata-se de um processo relativamente simples. Você pode buscar um curso sobre o tema voltado à área de advocacia no mercado ou contar com a ajuda de uma consultoria especializada no assunto.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre o assunto? Então deixe um comentário e tire suas dúvidas ou conte suas experiências!

Previous articleCarreira de gestão empresarial: veja qual caminho seguir
Next article4 dicas de networking para advogados
A equipe de Redação é formada por profissionais especializados em redação, marketing, finanças, empreendedorismo, administração e gestão. Estes profissionais são os responsáveis por criar conteúdo informativo e que ajudam a inovar e resolver problemas do mercado.