Afinal, o que é compliance na saúde? Entenda agora!

Escutar o texto
Voiced by Amazon Polly

Um negócio não deve visar somente o lucro. Quando pensamos na área da saúde, essa máxima se torna ainda mais aplicável. Se compliance significa conformidade, podemos concluir que o compliance na saúde visa estabelecer normas para as instituições do ramo, de modo a priorizar sempre o bem-estar do paciente.

Trata-se de uma aplicação que vem se aprimorando nos últimos tempos e culminou com a Lei Anticorrupção (12.846/2013), um verdadeiro marco na busca pela integridade empresarial. Assim, um hospital que está de acordo com ela presta conta de suas receitas e despesas, o que evita desvios de verba ou material. Aplicar o compliance na saúde é agir de acordo com as regras e diretrizes internas e externas de cada negócio.

Quer entender melhor? Acompanhe abaixo mais detalhes sobre o assunto.

Quais os principais desafios do compliance na saúde?

As instituições de saúde, sejam elas públicas ou privadas, devem pensar além da obediência às regulamentações. Os desafios surgem então no sentido de encontrar o equilíbrio e fazer uma transição harmoniosa, corrigindo falhas e otimizando processos nesse sentido. Se levarmos em conta os fatores internos, podemos considerar as pressões para reduzir custos e a necessidade da rápida implantação de novas propostas e modelos.

Entretanto, a questão não para por aí. Os gestores ainda precisam se preocupar com o cenário político e econômico do país, as investigações regulatórias e as relações empresariais. São pacientes, parceiros e associados na expectativa de um modelo ideal de gestão, o que pode gerar pressões e até mesmo algum desconforto.

Devido a todas essas questões, a implementação pode se tornar um processo difícil e até mesmo desanimador. É aí que surge a necessidade de profissionais especializados em ajudar nesse sentido. O profissional de direito, por exemplo, pode fazer uma especialização no ramo e trabalhar junto a esses estabelecimentos.

Quais os benefícios de fazer um curso na área da saúde?

Para o profissional, uma formação como essa faz toda a diferença na carreira. Dentre os principais benefícios, podemos citar:

  • aprender com professores especialistas — os professores de um curso como esse são especialistas no assunto e podem transmitir conhecimentos aprofundados, que vão ajudá-lo não só a aplicar as técnicas, mas também a contornar possíveis imprevistos;
  • atualizar-se — normas e regulamentos que versam sobre conformidade nas empresas estão sempre em transformação. Surgem novas leis e as que existem são complementadas. Isso sem contar as mudanças no regime interno das empresas. Pelo menos no que diz respeito ao cenário geral, você terá acesso a um material atualizado;
  • conseguir certificação profissional — o curso confere ao profissional o certificado em Compliance Anticorrupção, que aumenta as oportunidades de trabalho na área, tornando seu currículo mais atrativo;
  • entender normas nacionais e internacionais — o curso leva ao conhecimento de normas nacionais e internacionais para aplicação de compliance. Assim, você ganha um repertório completo para atuar em todo tipo de instituição de saúde.

O compliance na saúde pode ser o seu grande trunfo profissional. Especializar-se na área é uma forma de ganhar diferenciais e abrir portas profissionais, já que as instituições buscam esse tipo de serviço como forma de otimizar a ética e integridade no trabalho.